Após 450 anos, a liturgia católica volta a ser celebrada na Capela Real da Inglaterra

ROMA, 14 Jan. 16 / 03:30 pm (ACI).- No próximo dia 9 de fevereiro, será celebrada uma liturgia católica na capela real do Palácio do Hampton Court, localizada em Londres (Inglaterra), após 450 anos.

Neste mesmo dia, o Cardeal Vincent Nichols, Arcebispo de Westminster, celebrará as vésperas e Richard Chartress, o bispo anglicano de Londres e Decano da Capela Real de Sua Majestade, pronunciará um discurso.

Este evento histórico não acontecerá devido a um percurso ecumênico, mas ao esforço da fundação Genesis Foundation, em colaboração com a Choral Foundation.

As vésperas serão dedicadas a São João Batista, uma vez que o templo foi construído onde antes existia uma capela dos Cavaleiros Hospitalários de São João.

O Cardeal Nichols falará, antes da celebração, sobre “Fé e Coroa”, quando discutirá sobre o papel da capela para manter os elementos do culto católico até os dias atuais.

Por outro lado, em um comunicado de imprensa publicado na página da capela, John Studzinski, fundador e presidente da Genesis Foundation, manifestou: “Estou maravilhado com o fato de que a Igreja Católica e a igreja Anglicana se unam em diálogo em um lugar histórico”.

“É necessário o diálogo entre credos nestes tempos turbulentos. Precisamos reconhecer mais o que temos em comum em vez do que não temos”, expressou.

História da Capela Real

No início do século XVI, o Cardeal Thomas Wolsey construiu um palácio renascentista de modelo italiano e dentro deste edifício a capela real do Palácio de Hampton Court. Uma década depois, toda a construção foi confiscada pelo rei Henrique VIII. Esta foi a última capela reconstruída com um estilo barroco.

Por que tiraram a capela do Cardeal Wolsey se ele a havia construído? Porque não permitiu a anulação do matrimônio de Henrique VIII com Catarina de Aragón, como o rei exigia. Em 1527 o Cardeal foi preso por traição e morreu em Leicester Abbey (a atual Catedral de Leicester).

A terceira mulher do rei Henrique, Jane, tinha dado à luz o príncipe Eduardo em Hampton Court. Dizem que Hampton Court foi invadido pelo fantasma da quinta esposa de Henrique VIII, a qual foi julgada neste local por adultério. Foi em Hampton Court onde o rei se casou com sua sexta e última esposa, Catarina Parr.

Desde 1550 não se oficia o rito católico na capela real de Hampton Court.

 

 

Originalmente publicado aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s